2009-04-22

Saberão que estamos no Natal?



Chegou a crise não há razão para temer.
É que nesta crise o Teixeira dos Santos vai-nos proteger.

Mas neste Mundo injusto o dinheiro está garantido
Para o pobre, o remediado e o sem-abrigo

Mas pensa naqueles, os multimilionários (Baby!)
Ficaram sem bancos e sem chorudos salários

E sem direito a indemnizações, têm de pedir o aval
À sopa dos pobres dos ricos: "O Banco de Portugal"

O desespero tomou conta de toda a Quinta da Marinha
Em vez de lavagante comem lambujinha

E vão ter de abandonar o Conselho de Estado
O quadro do Miró foi penhorado

Porque esse Portugal já não é neo-liberal
Saberão que estamos no Natal!

O "suprime" limpou-lhes muitos milhões
A polícia trata-os como aldrabões

Saberão que estamos no Natal!

(Baby!Baby!)
Salvem os Ricos!
Salvem os Ricos!
(Baby!)
Salvem os Ricos! Ajudem os milionários!
Salvem os Ricos! Ajudem os milionários!
(Where do we go? Where do we go?)

No comments:

Post a Comment

Os comentários são moderados.
The comments are moderated.

Post a Comment